quarta-feira, 3 de março de 2010

Desumanizarte

Vou desumanizar
Os teus contornos
Cariciando teus mamilos,
E violando os teus sentidos,
Vou saciar o teu desejo.

Vou desumanizar
Em tua pele
Um musical dos teus gemidos,
No arrepio loquaz da febre,
Vou suspirar nos teus ouvidos.

Vou desumanizar
Pelo teu corpo
A sensação sagaz do gozo,
Em teus cabelos claros soltos,
Vou desaguar quase perdido.

Vou desumanizar
Essa inocência,
Estimular os teus libidos,
E derramados, nús e ungidos,
Nos amaremos loucamente.


Alexandre Machado Márquez

5 comentários:

Gomes disse...

Uau, essa foi erótica! UAHEUAEHUAEHAUEH gostei ^^

Gabriela Bezerra disse...

Essa galera erótica. Tsc tsc.


Abraços,
Gabriela

Emerson Sarmento disse...

-

Lindo poeta!
Quase me molho todo!
kkkkkkk
Avante meu caro.

Francisco Nery disse...

aa.. meu querido..
é culpa dela, eu sei!
cada vez melhor...
doce...

Marcela disse...

de tirar o fôlego!